As luas de Mempo Giardinelli e Mario Arregui

A lua exerce fascínio sobre a humanidade desde que o primeiro homem saiu da caverna para contemplar a noite. Desde então muitos acontecimentos são atribuídos a ela. Mito ou não, o fato é que uma bela lua cheia influencia as atitudes dos homens, especialmente daqueles mais sensíveis.

Dois autores latino americanos — um argentino (Mempo Giardinelli) e outro uruguaio (Mario Arregui) — transformaram-na quase em personagem de seus melhores relatos. Luna Caliente de Giardinelli e Lua de Outubro de Arregui, contam como a lua incendiou duas adolescentes e fez com que dois homens experientes, vividos, perdessem a cabeça.

As histórias — separadas por aproximadamente 20 anos, e não mais do que 1000 km — trazem muita semelhança entre si. Em ambas, uma família tradicional recebe em sua residência a visita de um jovem que encanta-se pela filha mais nova de seu anfitrião. As meninas, como que despertas pela lua cheia, insinuam-se para os forasteiros e iniciam um jogo velado de sedução que acaba na cama depois que a família inteira vai dormir. A intensidade do sexo é semelhante e a volúpia das garotas impressiona e extasia seus parceiros.

Os dois homens, Ramiro e Pedro, tem caráter idêntico. Julgam-se garanhões, mas acabam amplamente dominados por suas amantes adolescentes que, apesar da reclusão e isolamento em que vivem, possuem uma personalidade assustadora e uma dose de loucura que é — nas duas narrativas — o ponto alto da história.

Difícil dizer qual dos dois tem o pior destino: se Pedro Arzabal que tem sua cabeça estourada por Niña Leonor ou, Ramiro que vive com o fantasma (!) de Araceli a lhe assombrar por onde quer que ele ande.

Anúncios

Uma resposta to “As luas de Mempo Giardinelli e Mario Arregui”

  1. oi leo!
    ainda não sei como/quando será a antologia do charles. por enquanto só sei que lá estou, entre boas companhias. =)
    mas acho que será esse ano ainda, quem sabe pra feira do livro.
    o conto é inédito, mas levei em aula ainda na NOSSA turma (ai, que saudade das sextas).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: