Livraria de Calçada

 

A Livraria aí da foto fica no centro da Cidade Velha em Montevideo. Como essa, existem outras pela cidade e pelo país. Na era do fast food e dos shopping centeres, a pausterização chegou também aos livreiros. As mega livrarias estabeleceram-se dentro dos shoppings e investem pesado no apelo comercial cedendo espaço em suas vitrines para as grandes editoras. Nestes lugares encontra-se com facilidade qualquer um da lista dos mais vendidos, mas para encontrar os clássicos um pouco menos populares há que se garimpar. Sim, porque na maioria das vezes é inútil pedir ajuda aos atendentes, pois se tu pedires algum livro do Faulkner, por exemplo, ele vai ao terminal e pergunta: “Como é que se escreve, mesmo?” ou “É brasileiro?”. Mas em geral eles são eficientes e se empenham em não te deixar sair de mãos abanando: “Eu tenho o último do Dan Brown, o mesmo de Código da Vinci” – explica exibindo erudição. “É maravilhoso!”, conclui te entregando o livro na mão.

Livrarias como a Palavraria, Zouk e Bamboletras são raridades e mantém-se porque, graças a Deus, em Porto Alegre ainda se lê coisas de qualidade. Somos a capital brasileira com a maior média de livros per-capta, mas longe ainda de Montevideo: 2 livros por ano pra nós e 4 pra eles. Essa deve ser a explicação para a importância que as livrarias tradicionais têm no país vizinho. Ou seria ao contrário?

Anúncios

2 Respostas to “Livraria de Calçada”

  1. Cesar Almeida Says:

    “Como é que se escreve, mesmo?”
    Pois é, eu sempre levo nomes de livros e autores anotados para entregar aos atendentes. Detesto quando eles ficam mais perdidos do que gato que caiu do caminhão de mudança. Chego a ficar constrangido pela incompetência alheia. Eles bem que podiam receber um treinamento.

  2. lmcolucci Says:

    Eles deviam empregar só quem gostasse de ler. Ao menos na seção de literatura…
    O mesmo passa em loja de cd. Sei que hoje em dia todo mundo baixa músicas da internet, mas eu ainda gosto do conceito de “album”, que envolve o disco – com as músicas na ordem em que foram escolhidas pelo artista -, capa, encarte, fotos, enfim, um contexto inteiro. Se for em vinil, melhor ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: