Literatura do Pampa

Um dos autores que melhor retratou a vida do homem do Pampa, foi Mario Arregui (1917-1985), escritor uruguaio que viveu sua infância e adolescência na zona rural de Trinidad, onde aprendeu a chamada “lida campeira”.  Naturalmente, as experiências desse período geraram material farto para toda a sua produção literária.

Assim, Arregui constituiu-se num nos melhores narradores da cena gaudéria das primeiras décadas do século XX. Sua habilidade na ambientação e caracterização dos personagens, fazem da sua prosa uma leitura agradável pela personiladade dos protagonistas e densa pela tensão da trama em que estão inseridos.

A L&PM editou a coletânea “Cavalos do Amanhecer” – com tradução de Sergio Faraco – que reúne alguns dos melhores contos deste expoente da literatura uruguaia. “Três Homens”, “Os Contrabandistas” e “O Regresso de Ranulfo Gonzalez”, são apenas alguns exemplos da qualidade da obra de Arregui e resumem  a cultura e tradição dos homens que povoam o Pampa há séculos.

Para quem não pode viajar para o interior, a ficção de Mario Arregui é uma excelente opção para estes dias de semana farroupilha.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: