Etta se foi, mas permanece aqui

Quando se ouve Etta James cantar percebe-se que ela foi escolhida para receber o dom de emocionar os homens através da sua voz poderosa.

Etta é uma daquelas cantoras que não se pode ouvir de forma indiferente. É como se estivéssemos diante de uma manifestação celestial (ou seria infernal, pouco importa). O fato é que ela não perdeu a forma durante os 70 anos em que cantou o blues. Tanto que seus últimos discos; “Matriarch of the Blues”, “Blues to the Bone” e “Let´s Roll” estão entre os melhores gravados nas últimas duas décadas.

Essa perda se torna ainda mais grave porque quem pintava como herdeira também não está mais por aqui. Não faz um ano que Amy Winehouse resolver mostrar a nós que não pertencia a este mundo.

Fico imaginando que dueto elas poderiam ter feito juntas, ou, ainda, que belo disco em homenagem a Etta, Amy poderia gravar. Uma coincidência que leva a rainha e a herdeira num espaço de tempo tão pequeno e não deixa ninguém em condições de ocupar o trono.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: