Domingo

            Como lhe era penosa a tarefa de acordar pela manhã. Ter de se confrontar outra vez com a realidade que apenas ela conhecia. Ao menos naquela noite dormira sozinha. Estava claro que era melhor assim.
           Ainda sonolenta, mudou-se para o sofá. Manteve as cortinas fechadas, pois há tempos temia as janelas. Especialmente as de parapeito baixo.

*****

Mini-conto produzido na oficina da Casa de Ideias

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: