Assim nascem os blues – Cena VII: Uma lápide para seu o epitáfio

Nos anos 20 e 30 ela ganhou muito dinheiro. Chegou a gravar mais de 100 faixas de sucesso e foi uma das campeãs de vendas dos chamados “Race Records”. Mas tal como as histórias que contava em suas canções, viveu suas próprias misérias.

Esbanjou milhares de dólares em luxos e extravagâncias. Usava as melhores joias e cobria-se com as peles mais caras. Suas festas eram memoráveis. Mas quando a carreira entrou em declínio — seu estilo está ultrapassado, os canalhas lhe disseram —, as vendas caíram e os contratos foram encerrados, restou-lhe apenas a bebida. Os aproveitadores — inclusive marido e amantes — desapareceram e ela encerrou sua glamorosa carreira, cantando em cabarés para meia dúzia de ignorantes. Com seus trajes chiques, porém desgastados pelo tempo e pelo descuido, ainda mantinha uma postura altiva no palco. Fora dele, porém, bastava que lhe enchessem o copo e lhe dessem um lugar para dormir.

Não resistindo aos excessos, morreu sozinha em um quarto de pensão de 4 pratas a diária. Foi sepultada como indigente e sua cova permaneceu esquecida por quarenta anos. O paradeiro de seus restos mortais foi descoberto por uma jovem cantora branca — que sempre a teve como principal influência. A garota iniciou uma busca através de pesquisa em bibliotecas e arquivos de jornais que durou muitos meses de trabalho, quando localizou uma notícia de que ladrões — sem sucesso — haviam vandalizado o túmulo de uma mulher para roubar-lhes as joias. Exames comprovaram que se tratava da famosa blueswoman.

A jovem seguidora, então, comprou-lhe uma lápide onde se lia: “A eterna rainha do blues”, que, em cerimônia discreta, foi posta a identificar o local onde a diva descansaria para sempre.

Um comentário sobre “Assim nascem os blues – Cena VII: Uma lápide para seu o epitáfio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s